segunda-feira, 19 de junho de 2017

Arrasta pé tomou conta do Forró do Amarante



O evento junino mais aguardado dos paroquianos  aconteceu no domingo (18) com o FORRÓ DO AMARANTE.


O nosso pároco Maurício Abel marcou presença com trajes típicos















O forró aconteceu no Cerimonial Villa S. José com a participação de famílias das comunidades e paróquias da região.

 
Nininho de Maré
Quadrilhas




Trio Boa Nova





















Este ano o público pôde conferir três atrações musicais como Nininho de Maré, Trios Boa Nova e Nu Kapricho, sorteios, quadrilhas, brincadeiras, além de barracas com comidas típicas. 


Trio Nu Kapricho





















Mais uma vez o Arraiá foi num clima de alegria e descontração. Uma verdadeira confraternização entre as famílias.

Confira o álbum completo desta grande festa na página de nossa paróquia no facebook: https://www.facebook.com/medi /set/?set=a.730363327133640.1073741985.521630818006893&type=1&l=614324172b



Créditos: Pascom paroquial
Texto: Adjane Damasceno
Fotos: Daniel Alencar| Thaís Souza| Manoel Eloy

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Corpus Christi é celebrado na paróquia com Missas e procissões

 

Na quinta-feira (15) a Igreja em todo o mundo celebrou a solenidade Corpus Christi, festa que sempre acontece sempre na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade.





























Em nossa paróquia foram realizadas Missas e procissões em diversas comunidades


De acordo com Pe. Maurício Abel que presidiu a celebração na Matriz, a origem da Festa de Corpus Christi teve início no séc. XIII, na Diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, que recebia visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma festa litúrgica anual em honra da Sagrada Eucaristia. A religiosa realizou o pedido diretamente ao papa que acreditou e institui a Festa do Corpo e do Sangue de Cristo. 

Confira como foi esta importante solenidade nos quatro setores de nossa paróquia: 

Setor 1- Igreja Matriz













Fotos: Fabrício Santos - Pascom paroquial


Setor 02 - S. Matias






 Fotos: Victor Hernandes

Setor 03 -  Procissão da Comunidade S. Tiago a Transfiguração do Senhor












  







Fotos: Nívea Ferreira





Setor 04 - Procissão da Comunidade Volta do Senhor a Stª Maria Mãe de Deus

















Fotos: Isabel Pereira

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Primeira Missa do Pe. Gabriel Mota é marcada pela emoção



Na manhã do Domingo da Ascensão do Senhor (28) aconteceu a Primeira Missa do neo-sacerdote Gabriel Mota. Filho de nossa paróquia, escolheu como lema para sua ordenação " Eu vi o Senhor" ( Jo 20, 18) em alusão a padroeira de sua comunidade de origem, Stª Maria Madalena.

















A Igreja Matriz estava lotada de familiares, amigos, professores da infância e do ensino médio, além das comunidades e paróquias por onde o recém-ordenado passou. 





A expectativa era grande, afinal era chegado o momento mais importante: ver seu ilustre filho celebrar a Eucaristia pela primeira vez.



































Concelebraram os padres oriundos de nossa paróquia: Pe. Reginaldo Teixeira, Pe. Rutinaldo Gonzaga, o nosso pároco Monsenhor Maurício Abel, o Diácono Permanente André Batista e convidados do sacerdote, Pe. Josuel Jesus e Pe. Jucimário dos Santos, além da presença dos seminaristas. 




Como tradição, o escolhido para fazer a homilia, foi o Pe. Josuel Jesus que ressaltou a missão confiada ao Pe. Gabriel. "Há pouco tempo Gabriel era ovelha, agora se torna pastor de cada um de nós. O padre diocesano deve ser ostentador do Bom Pastor que dá a vida pelas suas ovelhas. Por isso, não se esqueça da contínua intimidade de Jesus na Eucaristia que deve celebrar com ardor renovado em todos os dias da sua vida", orientou.



















Ele ainda destacou a alegria da vocação dividida em três fontes: a alegria da obediência, da fidelidade e da pobreza. "A alegria do sacerdote é sempre é ter a certeza que sozinhos nós não conseguiremos, pois o bom padre tem amigos, não vive sozinho", pontuou.
































E voltando-se ao neo-sacerdote terminou a pregação pedindo a intercessão de Nossa Senhora: "Neste Ano Mariano, que Nossa Senhora como discípula fiel te ajude a passar por todas as tentações e desafios do seu ministério. Siga em frente, seja Bom Pastor, seja um padre feliz e santo. Seja fiel ao que o Senhor lhe prometeu".

  
























Na procissão das ofertas, o sacerdote abraçou seus pais e familiares que levaram a estola que o saudoso diácono Antonio Freire usou para batizá-lo, a veste litúrgica que usava quando servia como coroinha e os objetos litúrgicos para serem consagrados.























No fim da celebração, Pe. Gabriel recebeu uma emocionante homenagem de seu Zezito, membro de sua comunidade que além de ter sido a primeira pessoa a dar a comunhão a ele logo que fez a 1ª Eucaristia, teve a oportunidade de acompanhar o seu crescimento na fé e hoje, a alegria de participar da Primeira Missa. " Eu tenho fé em Deus que antes de morrer, vou ter a alegria de receber a comunhão das suas mãos", disse seu Zezito. 


Agradecimento




 
Bastante emocionado, o recém-ordenado iniciou os agradecimentos contando um pouco da sua história e em seguida agradecendo a todos que fizeram parte da sua caminhada - seus pais, família, comunidades, amigos, professores e a todos que colaboraram para a realização desta bonita festa. 


"Nasci no dia 16 de julho, dia de Nossa Senhora do Carmo. E assim como ela, respondo ‘SIM’ ao  projeto de Deus em minha vida. A minha vocação inicia na pequena porção do amor de Deus reunida na Comunidade Stª Maria Madalena, comunidade que nasceu junto comigo, pois fui batizado no mesmo dia de sua inauguração. Ali dei os primeiros passos na fé, cresci, amadureci e parti para também como Stª Maria Madalena anunciar a todos 'Eu vi o Senhor'.


Pais do Pe. Gabriel - Sr. Daniel e D. Delmira



Vi e vejo o Senhor na vida das pessoas que agora gostaria de mencionar em forma  de agradecimento, de profunda gratidão: Ao senhor Daniel e a D. Delmira, os meus pais , instrumentos do sopro de vida pelo qual Deus me enviou a este mundo. Agradeço o seu amor, o cuidado e a educação que me deram. Aos meus irmãos, sobrinhos e a toda minha família que está aqui presente.  


 



 Agradeço a minha paróquia S. Gonçalo do Retiro pelo apoio, incentivo e oração. O meu sacerdócio é fruto da oração de vocês. A minha Comunidade Stª Maria Madalena; ali foi onde o Senhor me chamou a ser pastor.




O pároco Maurício Abel recebeu uma lembrança do neo-ordenado




















Agradeço aos padres e diáconos aqui presentes e ao pároco Pe. Maurício Abel a quem devo a minha vocação: 'Hoje sou padre por causa do seu espírito missionário, como Nossa Senhora, da qual temos a honra de nascermos no mesmo dia – dia de Nossa Senhora do Carmo'.





Agradeço a todos  que colaboraram para a minha ordenação. Continuem rezando por mim, pois agora é que a minha missão começa de fato", disse.



 


 

















Ajoelhado, Pe. Gbariel concluiu s agradecimentos consagrando o seu ministério a Nossa Senhora do Carmo." Com o coração alegre e cheio de temor, lanço-me ao que está à frente; ao que o Senhor quer realizar em mim e através de mim, proclamando sempre: Eu vi o Senhor", concretizou.






Pe. Gabriel com seus professores do ensino médio

































Um almoço no Centro Amarante encerrou esta manhã festiva para toda a paróquia que agora tem mais um padre a serviço do Reino de Deus.



Seminaristas

Equipe organizadora

Com seu irmão Daniel e esposa Telma























Créditos: Pascom paroquial
Texto: Adjane Damasceno 
Fotos:  Júnior Lima | Adjane Damasceno