segunda-feira, 15 de maio de 2017

FESTA DA COMUNIDADE S. MATIAS É CELEBRADA NO DIA DAS MÃES

 


No domingo (14) dedicado às mães, a Comunidade S. Matias - CHOPM II, celebrou o seu padroeiro com grande festa.





Oração do Pai Nosso com as mães























Com o tema escolhido por ocasião do Ano Mariano " Maria, a escolhida, conceda-nos a graça de nos colocarmos a serviço do Senhor!", a Missa solene foi presidida pelo pároco, Monsenhor Maurício Abel que contou com a presença de comunidades do setor 2, além das mães, que com seus filhos foram protagonistas em vários momentos da liturgia.



Pe. Maurício iniciou a homilia falando um pouco da história do padroeiro, S. Matias, apóstolo escolhido do Espírito Santo para ocupar o lugar de Judas Iscariotes no grupo dos doze. 















E dirigiu-se à Comunidade que no próximo ano completa 30 anos: " Que S. Matias nos ajude a dar testemunho e a fazer a vontade de Deus", concluiu.
















A procissão das ofertas foi conduzida pelas mães do Movimento " Mães que oram pelos filhos" que há dois anos atuam na comunidade.



No final da celebração, o coral das crianças homenagearam as mães com canções marianas. 


























Após a bênção final, o pároco posou com as mães para registrar este momento especial.


O ESCOLHIDO FOI MATIAS



São Matias era um discípulo que acompanhou Jesus no tempo de Seu apostolado e foi tão fiel na vivência dos ensinamentos do Mestre, que tornou-se testemunha de Sua ressurreição.

No livro dos Atos dos Apóstolos, estão registrados os fatos que levaram à escolha de um discípulo que ocupasse o lugar deixado por Judas, o traidor: “…é preciso, pois, que um dentre eles se torne conosco testemunha de sua ressurreição. Apresentaram então dois homens: José chamado Barsabás, que tinha o apelido de Justo, e Matias” (Atos 1,22-23). Evangelizou na Palestina e na Ásia Menor, e morreu mártir por apedrejamento.
 Fonte: cancaonova.com

 


São Matias, rogai por nós!



Confira o álbum completo na página da paróquia no facebook:  https://www.facebook.com/media/set/?set=a.712735432229763.1073741967.521630818006893&type=1&l=b092979cb8


Créditos: Pascom paroquial
Texto: Adjane Damasceno
Fotos: Daniel Alencar | Adjane Damasceno

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Paróquia celebra os Votos Perpétuos de Irmã Cleide Silva



“Esta é a missão da vida religiosa: transmitir o Cristo no mundo” – Ir. Cleide Silva



O dia dedicado ao Bom Pastor foi especial para a nossa paróquia e para a Congregação das Irmãs Negras de Stº Agostinho. 

































A jovem Ir. Cleide Silva professou os votos perpétuos na manhã deste domingo (07), numa cerimônia marcada pela alegria e emoção.



























A Celebração Eucarística aconteceu na Igreja Matriz às 10h, presidida pelo Bispo de Ruy Barbosa, Dom André de Witte, concelebrada pelo pároco Monsenhor Maurício Abel e demais sacerdotes da paróquia.


Família da professante

































Familiares, amigos, comunidades e congregações religiosas marcaram presença em clima de júbilo e oração.



A VIDA RELIGIOSA


























O chamado à vida religiosa de Ir. Cleide começou na dinâmica de vida dentro da comunidade da qual participava. “Na época eu participava do Grupo de Jovens e era catequista; a partir do momento que fui me integrando na vida da comunidade, fui sentindo o desejo de seguir mais de perto a Cristo, porque o que eu fazia não era o suficiente e precisava fazer algo mais. Então,  a forma que eu encontrei para responder a minha vocação foi justamente me lançando na vida religiosa consagrada”, relatou.




Ela ainda salientou que em meio a tantas vozes que o mundo nos oferece é preciso estarmos atentos para ouvir a voz de Deus. Desejo que todos os jovens sejam capazes de dar este tempo para escutar qual é o chamado de Deus na sua vida”, pontuou. 




Durante a homilia, Dom André falou sobre Jesus, o único "Bom Pastor" que pastoreia as suas ovelhas rumo à santidade e concluiu destacando a vocação de Ir. Cleide.  


 













 




























" Poucos são aqueles que querem seguir a Jesus como a Irmã Cleide que irá fazer a sua profissão perpétua. Que possamos seguir o exemplo de atender a Deus na vocação a qual fomos chamados”, concretizou.


RITO DA PROFISSÃO




























Após a homilia, deu-se continuidade ao Rito da Profissão com a emissão dos votos, bênção e entrega da aliança.



 JUBILEU


"Todas as vezes que a Igreja teve crises encontrou na vida religiosa uma fidelidade que ajudou a mantê-la de pé" -  Ir. Ângela, Congregação das Irmãs Negras.


A cerimônia dos votos perpétuos também foi celebrada em gratidão pelo Jubileu de Prata de vida religiosa da coordenadora regional no Brasil, Irmã Ângela Lima, que  fez um balanço falando sobre o início da sua caminhada servindo na Pastoral da juventude. “Cada jovem que eu encontro presente e militante servindo a Cristo Jesus é a vitória do Senhor que eu ajudei a conquistar. Isto faz esforçar-me para ser mais fiel a cada dia ajudando a crescer o Reino de Deus que também é nosso”, pontuou.



E concluiu citando dois fatos marcantes nesses 25 anos: a sua visita a Jerusalém e aos jovens infratores no bairro de T. Neves onde encontrou um jovem que disse que estava lá por falta de pastoreio dos pais e que naquele momento estava feliz por ter encontrado o pastoreio da Igreja. “Isto me marcou bastante”, relembrou.


AGRADECIMENTO






A minha mãe pelo amor, cuidado e proteção






















A minha família pela amizade, partilha e compreensão
























No final da celebração, Ir. Cleide agradeceu a Jesus, o Bom Pastor por ser meu amigo e  companheiro fiel; aos pais e a toda família pelo apoio e orações.

Madre Christine - superiora geral da Congregação















Ir. Inês - uma das fundadoras da congregação no Brasil













Ir. Ângela Lima



















Ir. Cláudia
















Ir. Damiana




















Ir. Joêmia




















Emocionada, agradeceu a Congregação Irmãs Negras de Stº Agostinho por acolhê-la nesta família religiosa, em especial a Madre Christine, Ir. Inês, Ir. Ângela, Ir. Cláudia, Ir. Damiana e Ir. Joêmia que contribuíram para o processo formativo.




A Dom André por aceitar o convite com muito carinho e a quem ela teve a graça de receber dele o sacramento da confirmação, em 06 de fevereiro de 2011, os primeiros votos e hoje os votos definitivos. 





E concluiu agradecendo a presença de todos: a paróquia de origem, Stº Antonio em Ruy Barbosa, a Comunidade S. José Operário da qual fez parte, ao Pe. Maurício pela acolhida e orações, as comunidades que ela acompanhou, as congregações e paróquias, ao Coral da Comunidade Volta do Senhor que animou a liturgia e a todos que colaboraram direta e indiretamente e que ainda irão contribuir em sua caminhada.
  


Dadá - Comunidade Volta do Senhor

Pe. Gildeon Bispo



Após a bênção final, Ir. Cleide cercada de carinho, recebeu os cumprimentos dos fiéis.

























Um almoço de confraternização no Centro Amarante encerrou este grande dia.



Parabéns a Congregação das Irmãs Negras por acolher de braços abertos mais uma serva de Deus!


Confira o álbum completo com os momentos da profissão religiosa, na página da paróquia no facebook: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.709871419182831.1073741964.521630818006893&type=1&l=5d09cbc79e 


Créditos: Pascom paroquial
Texto: Adjane Damasceno
Entrevistas: Adriana Santos 
Fotos: Júnior Lima | Adjane Damasceno